7 hábitos que todo escritor deve ter (além de escrever)

Eu sempre digo que só existe uma dica/lição sobre como escrever mais, melhor, profissionalmente ou qualquer outro objetivo: escreva. Essa sempre será a prática mais importante para que você aprenda com os erros, reconheça as forças e evolua. Porém, como já discuti aqui antes, escrever todo dia é geralmente um pedido grande demais pra qualquer pessoa que tenha uma vida acontecendo à sua volta e uma Amazônia pegando fogo. Então, separei alguns hábitos que você pode incorporar no seu dia a dia com mais facilidade. Assim, mesmo sem tempo para sentar e, efetivamente, escrever, você mantém a mente ativa e trabalhando na sua criatividade.

1. Ver tudo como inspiração

Resultado de imagem para leslie knope inspired by myself gif

É meio clichê, mas funciona: mantenha a mente aberta para deixar que todo tipo de coisa à sua volta te inspire a escrever sua história. Pode ser o canal de notícias, uma loja no shopping, a história que você ouve no ônibus, a letra da música no rádio… Quando você mentaliza seu enredo ao passear pelas tarefas rotineiras, vai perceber que a resposta (além de várias surpresas) pode estar onde você menos esperava.

2. Anotar ideias na hora

Bored Gravity Falls GIF

Quem nunca pensou na solução perfeita para um problema de enredo logo antes de dormir? Ou visualizou aquela cena dramática que vai se encaixar perfeitamente na jornada do protagonista enquanto divagava a caminho do trabalho? Enfim, o que você não pode fazer logo em seguida é confiar na sua mente, porque em poucos minutos, você terá sido atingido por um novo turbilhão de informações, e sua preciosa ideia vai se perder no meio da loucura. Pra mim, a melhor solução é usar meu celular como bloco de notas, já que ele sempre está comigo. Anote pelo menos as palavras-chave do que você quer desenvolver depois e não deixe a ideia escapar das suas mãos.

3. Voltar ao planejamento (ou iniciá-lo)

Crossing Season 4 GIF

Um dos fatores mais comuns que eu já observei para autores ficarem desmotivados a escreverem suas próprias histórias (eu inclusa) é porque eles não sabem direito o que vai acontecer com os personagens. É comum pensarmos num início e fim para a história, mas aquele meião, o como, quando, onde e por que vamos chegar até tal conclusão, às vezes é uma grande névoa desconhecida. Por isso, é muito importante que o planejamento do seu enredo esteja bem fechadinho, afinal, não tem como descrever uma cena e criar diálogos se você está tão (ou mais) ignorante quanto seu protagonista sobre o que vem a seguir. E se ainda nem começou a se planejar, o que você está esperando?

4. Contar seus dramas para alguém

talking michael scott GIF

Não sei se vocês se identificam, mas eu prefiro não compartilhar muitos detalhes da história que estou desenvolvendo para pessoas próximas a mim — na esperança de que, quando o livro estiver finalizado, eu possa surpreender a todos com os plot twists. Porém, quando você está numa encruzilhada com uma situação do enredo, a ajuda de alguém de fora pode ser muito útil. Um tempo atrás, eu não conseguia decidir se adicionava ou não um detalhe ao histórico do antagonista, e então decidi pedir a opinião da minha irmã. Precisei explicar o enredo inteiro pra que ela entendesse, mas valeu muito a pena: as perguntas que ela devolveu e a discussão que tivemos esclareceu muita coisa. E às vezes, o outro nem precisa ter uma participação ativa nessa decisão: só de “desabafar” em voz alta, sua cabeça já começa a fazer conexões que não tinham te ocorrido antes.

5. Cuidar da saúde mental

Resultado de imagem para dr akopian crazy ex girlfriend gif

Essa mensagem vai pra você que não tem energia para escrever, não consegue se motivar, fica pensando em tudo o que pode dar errado e acha que nunca será um escritor de sucesso:

8ecf5f3e-5887-47f4-90c6-77b5beb4a669

Sério, de verdade! Além do fato que a saúde mental continua sendo um tabu e, logo, é bastante negligenciada, ela atrapalha (e muito) nossa fluidez criativa. Apesar do mito do artista deprimido, tratar das suas condições é essencial para voltar ao seu nível normal de produtividade. Sem contar que se conhecer melhor também é uma ótima maneira de destravar ideias!

6. Fazer uma caminhada

Resultado de imagem para manila luzon runway gif

Você deve saber que praticar exercícios libera endorfina e acaba melhorando seu bem-estar e humor, e isso em si já é muito importante para a mente criativa. Mas, além disso, pode ser interessante passar um tempo sozinho com os seus pensamentos enquanto faz uma atividade que não exige muito esforço mental; isso ajuda a pôr suas ideias em ordem e ainda gerar algumas novas. Se não puder fazer a caminhada, separe outra atividade que te garanta esse momento de paz e plenitude com os mundinhos que você criou. Só não se esqueça de levar o bloco de notas junto!

7. Conectar-se à natureza

Season 2 Miracle GIF by The Leftovers HBO

Tá ficando humanas demais pra você? Pois eu explico com a física: a energia elétrica da terra ajuda a estabilizar o sistema elétrico do nosso organismo, repondo as moléculas necessárias e descartando as demais. Como estamos sempre em contato com pisos artificiais na cidade, nosso corpo fica carente dessa conexão. Além disso, respirar o ar puro que vem direto das árvores ajuda a equilibrar e acalmar. Um corpo aflito não vai conseguir produzir! Para mim, o que funciona sem falta é molhar os pés na água do mar, mas você pode achar uma solução não tão pisciana que funcione melhor para você.

Tem mais dicas? Comenta aí embaixo!

(foto de rawpixel.com no pexels)

2 comentários em “7 hábitos que todo escritor deve ter (além de escrever)

Qual a sua opinião sobre isso?